top of page

Instituto Gabi busca patrocínio para projeto que utiliza a música como pilar de inclusão

O Gabi chega a 23 anos com proposta aprovada na lei de incentivo e precisa de recursos para acontecer.

“Gabi in concert, direito à arte” é uma proposta de responsabilidade social e cultural que tem como finalidade ampliar atendimento aos usuários da Organização (pessoas com deficiência e autismo) aos seus familiares e aos moradores da comunidade local. Serão oferecidas oficinas de canto coral, musicalização, violão, teclado, ukelelê e flauta.

“Ao longo dos 23 anos utilizamos a música como um instrumento potencializador da inclusão. Vamos ampliar este recurso e oferecer uma variedade de oficinas que agregam mais ganhos para nossos usuários”, afirma Iracema Barreto Sogari, pedagoga e co-fundadora.

A proposta de inclusão através da música envolverá os usuários do Instituto Gabi e público sem deficiência num processo de interação social e comunicação, verbal e não verbal.

“Cresce cada vez mais a pesquisa em Musicoterapia e o estudo do fazer musical em grupo e processos coletivos e terapêuticos, sobretudo na inclusão de PCD/TEA. Nós vamos ampliar a utilização destes métodos”, conclui.

O projeto precisa de recursos para ser viabilizado. Qualquer cidadão que realize a declaração e de imposto de renda ou qualquer empresa tributada com base no lucro real pode apoiar o Gabi In Concert utilizando o mecanismo do incentivo fiscal previsto em Lei. Pessoas físicas terão desconto de até 6% do imposto devido e pessoas jurídicas, de até 4%.

O Instituto Gabi oferece suporte para o direcionamento, basta entrar em contato. “Abrimos uma conta especifica, auditada pelo Ministério da Cultura. Além disso, emitimos recibo para lançamento na declaração”, afirma Ilson Barreto do Carmo Silva, diretor financeiro.

Serviço:

Canais de informação:

Fone (11) 5031 1765

Sobre a Lei Rouanet: L8313consol (planalto.gov.br)

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page