Crianças, adolescentes e jovens com deficiência atendidos pelo Instituto Gabi, na companhiade seus familiares, foram presenteados com ingressos para assistir à peça de teatro “A bruxinha que era boa”.

A peça conta a história de Ângela, uma bruxinha que sempre se atrapalha ao tentar fazer maldades, ao contrário de suas colegas da Escola de Maldades. Por esta razão, ela é alvo de piadas e é excluída do grupo. Mas, com a ajuda do amigo Pedrinho, luta contra toda a maldade das outras bruxas.

A sessão aconteceu no dia 17 de maio, no teatro João Caetano, na zona sul da cidade.